Fato ou passo? Matinta Perera

Chamada de Matinta Perera/Pereira, a lenda fortemente presente no norte do país fala sobre uma mulher idosa que a noite se transforma em um pássaro agourento que pousa sobre os muros e telhados das casas e se põe a assobiar e só para quando o morador lhe promete algo para que pare (geralmente cigarro, mas também pode ser café, cachaça ou peixe). Depois disso, o pássaro vai embora e no dia seguinte a senhora aparece na casa da pessoa para cobrar o combinado. Caso o prometido seja negado uma desgraça acontece na casa do que fez a promessa não cumprida.

Imagem tirada do site No Amazonas é Assim

Para os índios tupinambás, é uma mensageira de notícias do outro mundo, anunciando notícias sobre os parentes mortos. Em alguns lugares, acredita-se que ele é um senhor doente, que bate de porta em porta pedindo tabaco. Se isso acontecer com você, dê o que ele impede, melhor prevenir não é? hehe

Há também variações em Pernambuco, da mesma criatura, mas atendendo ao nome de "Saia-Dela". Acredita-se que a lenda surgiu no sul do país, estendendo-se ao longo da região central e indo para o norte.

Há quem diga que já a viu no meio da floresta e maioria a descreve como uma mulher velha com os cabelos completamente despenteados e que tem o corpo suspenso, flutuando no ar com os braços erguidos. Ao ver uma Matinta, dizem os experientes, não se consegue mover um músculo sequer. A pessoa fica tão assustada que fica completamente imóvel. Se ela for como a escultura ao lado, de autoria de Nelson Nabiça, não é preciso fazer muito esforço para ter medo. Com uma Matinta dessas, quem precisa de Samara?


Abraços e tenham hoje uma boa noite ;)


(Mais informações, No Amazonas é Assim)

Um comentário: