Quem conta um conto #19: Mentes perturbadas

- Precisamos dar um jeito no corpo! - arriscou Lilian.
- Shhh! - se exaltou Priscila. - Não fala essa palavra! Alguém pode ouvir!

Título: Uma morte, um pássaro e rodas d'água
Autor: Samuel Cardeal
Publicação: Independente (2013; 12 páginas)
SinopseQuatro amigos estão em um restaurante decidindo o que fazer com o cadáver do homem que mataram. Quando, enfim, decidem o que fazer com o corpo, coisas estranhas começam a acontecer, e esses jovens irão conhecer uma realidade que jamais sonharam em imaginar.



Resenha: Um corpo, ou "pacote", como preferir, é a pauta principal desses quatro amigos, Priscila, Lilian, Bruna e Samuel. As três moças, ansiosas com o fim que levará esse pacote tão especial entram em desespero ao se verem tão longe de uma solução, principalmente ao observar a imparcialidade de Samuel diante daquela situação. No entanto, o que a primeira vista seria o problema se mostra muito mais confuso do que qualquer um poderia prever, incluindo o próprio leitor.
Ser ignorado e ter sua presença passada despercebida. O maior medo do ser humano revela-se não como a morte, mas o medo de não existir. E como lidaria uma pessoa quando se visse completamente invisível aos olhos alheios? Explorando  essa sensação de perda e isolamento, Samuel Cardeal presenteia mais uma vez seus leitores com um conto de desfecho em aberto, uma nova indagação sobre o que representa esse pássaro, de onde veio essa morte e o que as tais rodas d'água representam. Uma leitura que nos induz a discutir o rumo dessa história que cerca bem mais do que esses amigos.
Gostei bastante! Gostaria que tivesse uma continuação, porque fiquei curiosa com o que se esconde por trás desse mistério, então fica a dica ao autor!

E vocês, gostam desse tipo de suspense, onde o que sabemos não é "da missa o terço"? ;3 Me contem!
Espero vocês!

Um comentário:

  1. Adorei sua resenha, de novo. Brigadão pelo carinho e pela atenção.

    Beijo.

    ResponderExcluir